TERÇA A DOMINGO
10H // 13H — 14H // 18H
ENCERRA SEGUNDA
ENTRADA GERAL: 2€
Domingo e Feriados 10h-13h: entrada gratuita
SUBSCREVER NEWSLETTER
subscrição bem sucedida
Todos os direitos reservados
© AMJP . 2016  /  ficha técnica
© Teresa Santos / 2015
© Teresa Santos / 2015
© Teresa Santos / 2015
© Teresa Santos / 2015
Sem Capricho ou Presunção
O Fado por Júlio Pomar & Novas Doações

coordenação / documentação / fotografias:
Teresa Santos

Monitores:
Mariana Ramos
Moirika Reker
Berta Ehrlich
Elsa Gonçalves
Ana Teresa Magalhães

Março a Setembro de 2015

abrir dossier (pdf)


No quinto dossier do Serviço Educativo, pretende dar-se a ver as actividades realizadas a propósito da exposição Sem Capricho ou Presunção - o Fado por Júlio Pomar & Novas Doações, patente no Atelier-Museu, de Março a Setembro de 2015.
Partindo das obras patentes na mostra, o projecto educativo do Atelier-Museu, que propõe um programa específico para cada exposição, preparou atividades e oficinas para crianças, jovens e adultos, com vista à sensibilização do público para as expressões plásticas e, em especial, para a obra de Júlio Pomar.

Além das visitas-guiadas e oficinas abertas para o público, realizaram-se actividades dirigidas a grupos específicos, tal como a oficina com os alunos da Escola Sampaio Garrido que desafiou os alunos a fazer ilustrações para uma história escrita por Paulo Condessa – a qual tinha por referência uma exposição com obras de Júlio Pomar. As sessões foram iniciadas com a presença do escritor, que falou com os alunos sobre a sua actividade literária, e desenvolvidas quer no Atelier-Museu quer nas instalações da escola. Além de resultar num livro de ilustrações (que aqui se disponibiliza em versão digital), a acção chamou à atenção para a importante faceta de ilustrador que Júlio Pomar desenvolveu ao longo da sua carreira e que o levou a colaborar com inúmeros profissionais de outras áreas das artes: escritores, poetas, ilustradores, editores, etc.

Por se entender que era extremamente oportuno do âmbito da exposição patente, com uma forte componente cromática, voltou a realizar-se mais uma oficina “Atelier: a Cor”, orientada por Elsa Gonçalves, com o CATL da Associação Moinho da Juventude da Cova da Moura.
Esta colaboração com a Associação, realizada no espaço da exposição, em frente das obras, permitiu trazer o grupo a visitar o Atelier-Museu, deslocá-lo do seu bairro habitual, onde ele próprio é anfitrião de inúmeras iniciativas culturais – assim se invertendo os papéis, desafiando-o a ocupar outro lugar, outro contexto e outros debates.

No âmbito da parceria com a Igreja de Santa Catarina, a qual abrange a utilização do espaço da sua Biblioteca, foi desenvolvido um novo workshop com 5 sessões de desenho - expressão predominante na exposição Sem Capricho ou Presunção, o Fado por Júlio Pomar & Novas Doações - dirigido a maiores de 16 anos com a orientação de Berta Ehrlich.

Não esquecendo a vertente do movimento crucial à obra de Júlio Pomar, também visível em algumas obras da exposição, nomeadamente através de desenhos com figuras encadeadas ou desdobradas as quais sugerem a movimentação, foi realizada ainda uma oficina de cinema de animação com a realizadora Isabel Aboim Inglês e o artista Rui Horta Pereira aberta ao público geral. Na oficina, que juntou várias gerações num processo conjunto de aprendizagem, foram visualizados os filmes de animação produzidos pelos orientadores e discutidas várias técnicas inerentes ao cinema de animação.

Estabeleceu-se uma parceria com a Apordoc - Associação pelo Documentário, com quem o Atelier-Museu desenvolveu uma programação de ciclo de documentários sobre arte intitulado: As Estátuas Também Morrem, com apresentação e visualização no espaço da exposição durante o mês de Julho.
Esta parceria deu origem a outra com maior dimensão, agora envolvendo também as Galerias Municipais de Lisboa, que permite realizar um ciclo de cinema de arte, durante o ano lectivo de 2015-2016, nos auditórios dos agrupamentos das escolas Rainha D. Leonor e Colégio Passos Manuel.
O programa levado às escolas é composto por filmes realizados por artista e outros realizadores, e envolve sessões de conversa e debate com os alunos do 1º ciclo até ao secundário, das escolas abrangidas pela parceria.

Neste dossier disponibiliza-se ainda um ficheiro áudio com uma gravação do Poema O Corvo de Edgar Allan Poe, que fez parte da performance realizada por Ana Teresa Magalhães e Mariana Ramos, no dia Internacional dos Museus, no contexto da exposição Sem Capricho ou Presunção - o Fado por Júlio Pomar & Novas Doações - onde aquela obra poética, O Corvo de Edgar Allan Poe, estava ilustrada por Júlio Pomar através de uma pintura que integrou a publicação com o respectivo poema e as suas traduções.