TERÇA A DOMINGO
10H // 13H — 14H // 18H
ENCERRA SEGUNDA
ENTRADA GERAL: 2€
Terça-Feira – Entrada Gratuita
SUBSCREVER NEWSLETTER
subscrição bem sucedida
Todos os direitos reservados
© AMJP . 2016  /  ficha técnica
Exposições // Passado

Exposição:
“Decorativo, apenas?”
Júlio Pomar e a integração das Artes

Curadoria:
Catarina Rosendo

5.5.2016 - 04.09.2016

Data de inauguração:
5 de Maio de 2016

Local:
Atelier-Museu Júlio Pomar

“Decorativo, apenas?” Júlio Pomar e a Integração das Artes foi uma exposição comissariada por Catarina Rosendo que apresentou uma faceta até então por trabalhar na obra do artista relacionada com as artes decorativas, as colaborações com a indústria e em projectos de arquitectura, tendo por mote a intenção de explorar a dimensão utilitária da arte disseminando-a pelo quotidiano das pessoas. Para além de incluir uma selecção das tapeçarias, gravuras e azulejos mais conhecidos de Júlio Pomar, a exposição deu um particular destaque ao período compreendido entre meados da década de 1940 e a segunda metade dos anos 1950, altura em que o artista desenvolveu diversas experiências em cerâmica e vidro na fábrica Cerâmica Bombarrelense Limitada, no Estúdio Secla (Caldas da Rainha) e na Fábrica Irmãos Stephens (Marinha Grande), de que resultaram objectos únicos de grande qualidade plástica e vocacionados para o uso doméstico como pratos, travessas e jarras que nunca ou muito pontualmente foram mostrados em público.
 

descarregar press release

  voltar